sexta-feira, outubro 15, 2010

Mãe natureza !

Sou filha da poesia!
viajo com borboletas
amo um jardim florido
lugar sagrado divino
onde os insetos passeiam
vivendo suas facetas.

É nosso dever preservar!
a natureza tão bela
como vemos elas é
azul, verde ,amarela
 se conhecemos sabemos
nunca vi coisa mais bela.

Elas são iguais a nós !
as vezes nem percebemos
se não cuidar ela morre
e nós estamos  devendo
um cuidado especial
a quem está nos protegendo.


Não corremos das abelhas!
cuidamos mais do jardim
coitada da borboleta
tem uma vida assim
 eu não vivo sem ela
nem ela vive sem mim.

Natureza como és linda!
com tua diversidade
perdoa o homem que agride
sei que tens boa vontade
ele é ignorante
não o tenha por maldade.

És minha mãe natureza
como diz a poesia
me dás alimentação
sei que és pura magia
nunca me deixe sozinha
sem a sua companhia.

autoria: tere.15/10/2010.

2 comentários:

PROSAS DO CADERNO disse...

Olá Terê! Adoro suas poesias! Não sei se você sente o mesmo, mas as vezes fico frustrado ao ler poesias bonitas, dá a impressão que não consigo escrever igual, outras vezes tem frases que eu gostaria de ter escrito, e lendo-a em outro capítulo... minha vaidade chora, porque sei não poder ser o criador daquela frase.
tenho muito prazer em tê-la como amiga, gosto dos seus comentários, a verdade é que sou marceneiro (http://www.silmaramoveis.blogspot.com/,
Erro muito nas letras, porém, gosto de escrever bjs

Cida disse...

Pois é, amiga, a mãe natureza está sendo tão maltratada pelo homem...

Me diz agora, qual é a mãe que não sofre sendo maltratada???

É realmente muito triste de se ver!

Beijinhos, e tenha uma bela semana.

Cid@