sexta-feira, outubro 15, 2010

VOZES DO DESERTO !

Vozes do deserto!
daqueles que lá não estão
dos que voltaram sem ir
de quem não conhece o sertão.

Um sertão de matas virgens!
que não tem vegetação
que tem fome e muita sede
onde todos são irmãos.


Sertão de matas sem mato!
que não tem água só sede 
que o gado morre de fome
e que se dorme na rede.

Sertão de moças bonitas!
que quem vê nem acredita
todas com laços de fitas
são moças não são meninas.


Crianças meninas moças !
lindas meninas mulher
no meu deserto existe
podem ver quem o quiser.


Deserto miragem verdade!
bondade deserto mulher
regando sempre aparece
tudo o que você quiser .


Chuva cadê onde está!
regas esse deserto lindo
 para receber com festa
essa mulher que vem vindo.
Tere.15/10/2010.

7 comentários:

Cida disse...

Muito lindo e forte esse poema, amiga. Assim como as mulheres do sertão, que além de fortes, são bonitas por fora e por dentro.

Gostei das suas fotos!...=)

Beijinhos no coração

Cid@

ValeriaC disse...

Que lindeza de versos amiga...mostra a força e a vida apesar de haver desertos... beijos... lindo final de semana...
Valéria

Sil-vania disse...

Tê lindo como tudo o que vc faz.
bjs

Sil-vania disse...

Terê
vc recebeu meu e-mail?
bjs

Vozes de Minha Alma disse...

Querida, dentro dessa secura toda, as moças dão o tom, e fazem a graça do sertão.
Teu poema que o diga, pois disse ao que veio.
Embelezar, a inóspita visão, desse retrato.
Um abraço, bjs em teu coração.

PROSAS DO CADERNO disse...

Terê,
muito lindo este poema!
cheio de muitas razões,
pleonasmo de verdades.
Adorei! beijos

Jortas disse...

O deserto sempre me fascinou pela promessa de novas árvores, pelas chuvas que não caêm, pelo seu luar único.
Mas se sobre a aridez vem vindo um mulher o deserto é terra fecunda de amanhãs!