domingo, agosto 15, 2010

SOLIDÃO!

Ei-la, veemente, surge com seu manto
de púrpura na noite toda escura.
Ela, altiva, com cores de ternura;
O relógio não marca seu encanto!

O Astro Rei vem, volta, no entanto,
surgem na fronte rugas de torturas,
e, silente e surdo... Oh! Loucura:,
é a lâmina da morte sem o pranto!...

A mente desvairada obumbra,
e a alma jaz obtusa, na penumbra:
lembra da utopia como remédio.

A TV mostra o globo cor-de-rosa;
não existe o filme de outrora,
e, todo comercial é o mesmo tédio.

Machado de Carlos
Sábado, Agosto 14, 2010

carinhosamente tere.
14/08/2010

2 comentários:

Machado de Carlos disse...

Olha Só, quanta gentileza. Senti-me honrado! Obrigado, Terê!
Beijos!...
Fique bem, tá?

Tere disse...

amigo,aprendi que gentileza gera gentileza, beijos de boa semana,tere.