sábado, julho 30, 2011

Lembranças.


Não pude toca-lo então chorei tanto
essa a razão de todo meu pranto
os meus pensamentos contigo estão
assim diz o meu coração.

Amor, amor ingrato amor
te amei como um Deus e você me deixou
levando pra si todo meu encanto
deixando comigo somente o pranto.

Ainda te amo quero que saibas
não consegui beijar outra boca
meu quarto escuro ficou
tudo porque você me deixou.

Um dia serei feliz novamente
contigo ou com outro 
mesmo por instante
bem sei que a vida não é constante.

A Deus meu querido que seja feliz
não sofri o tanto que você quis
a felicidade minha porta bateu
quem sabe será feliz como eu.

Toca-lo não pude também não morri
pois há outras portas para entrar
sentir mais prazer com confiança
para esquecer todas as Lembranças.

Terê cordeiro
29/07/2011.

3 comentários:

Mila Lopes disse...

Que as novas portas sejam um passo para a sua felicidade...
bjsss Terê
Mila
=)

ANGEL disse...

Amiga! Tenho estado longe da net mas adoro receber as suas visitas, viu? Que Deus ilumine o seu amor mais e mais...Assim, transborde!!


Bjos.

Maria disse...

Amiga Terê que poema lindo.
Bom fim de semana
beijinhos
Maria