quinta-feira, julho 28, 2011

...


A madrugada, a chuva, e Eu
três insónias instigante
todas com inveja da lua
divergindo a cada instante.

A chuva traz esperança
como o olhar da criança
a madrugada vem o medo
 trago da juventude a lembrança.

Madrugada sensual
me traz lembranças infinitas
da chuva em noite de amor
_de minha vida as mais lindas.

Amo a chuva e a madrugada
as mais belas confidentes
são as melhores amigas
guardam momentos ardentes.

A lua é testemunha
e instiga o meu eu
dos amantes protetora
que o cúpido prometeu.

Terê cordeiro
28/07/2011.

4 comentários:

ValeriaC disse...

Que lindeza de versos Tere...ameiiii...chuva, madrugada, a Lua e voce... deu neste belo momento de inspiração...
Beijos e bom dia...
Valéria

Borboleteando disse...

(¯`v´¯)
`·.¸.·´
☻/
/▌ Que seu coração se encha de felicidades!!

Beijos, linda tarde para ti

ANGEL disse...

É amiga! Quando a madrugada vem, mil e um pensamentos adormecem junto conosco mesmo! Lindo e delicado!


Bjoss

Marcia disse...

Terê que delicia de poema,adorei minha linda como adoro suas visitas,vim te desejar bom fim de semana e deixar um convite para conhecer um amigo bjos!
http://zecarlosmanzano.blogspot.com/