quinta-feira, maio 05, 2011

A dança das coisas.


Tento falar de flores
De alguns amores
De um por do sol
Da lua em quarto crescente
De coisas decentes
Falar de gente
Talvez de mim mesma
De coisas bonitas
De um laço de fita
Da criança que grita
Da moça que passa
Tão cheia de graça
Do dia das mães
De belas manhãs
Da cor da maçã
Mas vem o escuro
por cima do muro
Trazendo tristeza
Sem ver a beleza
Que a vida nos trás
O amanhecer
O sol a brilhar
A criança a brincar
A chuva que molha
Os corpos sorrindo
O amor que vem vindo
Trazendo esperança
Como uma dança
Para acalentar
Querendo acalmar
O nosso envelhecer
Para nos mostrar
Que o amor vai vencer.

Terê cordeiro.
05/04/2011.

6 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Um lindo poema, parabéns e tudo de bom pra você, beijos.

Marilu disse...

Querida amiga, linda e doce poesia. Beijocas

Amapola disse...

Boa noite, querida amiga Terê.

Lindo poema.
O amor é poderoso...

Um grande abraço.

Long Haired Lady disse...

quando o amor vem vindo é sempre promessa de dias melhores!

Borboleteando disse...

Lindo!!!
Beijos,ótimo fim de semana
Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ
*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` *♥

Amor feito Poesia disse...

A chuva é dádiva em forma desaguante
Molha o mundo dessedenta a terra
Agradeçamos ao Deus das aguas santas
Por nos presentear com essa bondade tanta!

Nice Canini

BOM FDS.....BEIJOS MEUS! M@RIA