quarta-feira, março 09, 2011

os amantes!!!


Quando os amantes se calam
as rosas falam por si
através do seu perfume
pedindo volta pra mim.

Meu amor ainda vive
minha alma o alimenta
a paixão lhe dá guarida
para não ter morte lenta.

            O amor quando é verdade
sobrevive aos temporais
amando cada vez mais.

As rosas por terem vida
mandam energias boas
 coração por ser humano, "perdoa".


terê cordeiro.
09/03/2011.

10 comentários:

ANGEL disse...

Hum! Amiga! Romântica demais! Amei!O amor sim, quando é verdade sobrevive aos temporais! Tudo de bom!

Bjoss

Silviah Carvalho disse...

Fez-me lembrar a linda música de Cartola, "As rosas não falam" de tão lindo seu poema, parabéns.

REGGINA MOON disse...

Terê,

Lindo soneto...repleto de ternura e de sentimento de um amor verdadeiro.

Dizem que o ano se inicia depois do Carnaval...então, Feliz Ano Novo!!rs

Grande beijo e ótimo dia!

Reggina Moon

Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade. [Carlos Drummond de Andrade]

Borboleteando disse...

Lindo,lindo!!!
Amiga cada dia que passo por aqui me surpreendo com tanta beleza...
Beijos de Luz!!!
Ótimo restinho de semana...

sinfonia disse...

Amiga a sua poesia é muito boa.
No blogue http://sinfoniaesol.
wordpress.com (o meu mais recente)
estou a colocar trabalhos de blogues que considero de qualidade,
com os devidos créditos.Será que
permite que insira algo seu?
Basta deixar comentário.
Um beijinho

Folhetim Cultural disse...

Olá gostaria que visita se meu blog que é dedicado a cultura. Espero que goste nele tenho uma coluna poética aos sábados ás 09 da manhã espero poder contar com sua visita.

Sucesso em seu espaço.

Magno Oliveira
Twitter: @oliveirasmagno ou twitter/oliveirasmagno
Telefone: 55 11 61903992
E-mail oliveira_m_silva@hotmail.com

Cida disse...

Tão lindo e perfumado esse poema! :)

Pois é, amiga, quem ama perdoa.
E perdoar é tão bom, e quem mais lucra é a gente mesmo.

Tenha um maravilhoso final de semana.

Beijinhos meus

Cid@

luz efemera disse...

O perdão é fundamental...
Adorei a poesia.
Abraço deste lado do Atlântico!

M@ria disse...

Hoje roubei todas as rosas dos jardins
e cheguei ao pé de ti de mãos vazias.

Eugénio de Andrade


Beijos poéticos e o meu carinho...M@ria

Revista Vitrine da Praia disse...

Blog de poesia é sempre bem vindo.
Adorei .