quinta-feira, setembro 30, 2010

vote em mim !


Um poema sem poesia!
Um corpo sem rosto
um crânio sem cérebro
pernas sem pés.
assim o outro lado de
mim, ve meus irmãos
fico triste eles mentem
são hipócritas, ou fantasia?
sem poesia. Sem rumo
destino!  Monturo.
Sem limites. Sem carater
é um verdadeiro desbarate
nossos pais não ensinaram assim
tenho dó até de mim.
Prometem, juram assinam.
suas delinquências. Demências
abstinência a verdade.
Sem caridade, nem humildade.
que maldade, cidade Brasil!!!

autora: terê.
30/09/2010.

2 comentários:

rouxinol de Bernardim disse...

Há que elevar o astral até aos píncaros da sensibilidade.


O espírito positivo faz falta, ate na própria poesia...

Pelos caminhos da vida. disse...

Não vamos perder as esperanças...

beijooo.