domingo, julho 29, 2012

Queria!

Queria ser contador de história
falar das coisa que vi
que meus olhos contemplaram
as minhas mãos apalparam
motivos que meu suor
de meus poros afloraram.

Queria ter mais coragem
para aumentar o meu ego
saber que diante da vida
não sou um morcego cego
também tenho meu valor
por querer assim sossego.

Queria ser poetisa
 em meus versos prender
a atenção dos ouvintes
dizendo eu quero ler
o que escreves no papel
para também aprender.

Queria saber português
para escrever correto
e meus textos serem lidos
pelos mestres prediletos
assim ser observados
para ouvir que está certo.

Serei porque quero ser
poetisa e cantador
já aprendi português
pois corajosa eu sou
também sei contar história
porque o tempo passou.

Juntei querer com poder
com o tempo que passou
contemplei olhares lindo
enxuguei de alguém o suor
beijei bocas ganhei abraços
também conheci a dor.

Terê cordeiro.

3 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga um querer marvilhoso.
Bom restinho de domingo.
beijinhos
Maria

Silviah Carvalho disse...

Terê, são nobres os teus desejos,
por certos os terão realizados, eu admiro você.
Tenha uma ótima segunda-feira. na paz de Cristo.

ANGEL disse...

Muito lindo o poema, amiga! Os desejos e encantos de uma pessoa como você que sabe ser e descrever tão bem: PARABÉNS POETISA!

Tudo de bom!