sábado, fevereiro 25, 2012

O nome do vento.

O nome do vento
que soa meus ouvidos
zumbido.

O vento tem cheiro
tempero do amor
a dor vem ousada
mas é parada.

O amor e o vento
o vapor da vida
ungida por Deus.

Vem vento vem vida
te espero ansiosa
no verso na prosa.

O vento na rosa
a faz mais formosa
e a chama vitoriosa.

A fada traz o vento
suave sedento
contempla o amor
O amor!

Tere Cordeiro.

5 comentários:

Marilu disse...

Querida amiga, linda poesia. Tenha um lindo final de semana. Beijocas

Maria disse...

Minha amiga nas asas do vento cheguei e me encantei com mais um poema maravilhoso.
Bom restinho de domingo
Beijinhos
Maria

La Gata Coqueta disse...



Las palabras nacen en el jardín de tu alma
como las flores brotan en el vergel de los sueños
de pétalos transparentes besados por la tundra
emanando fragancias que aromatizan mis oídos…

Un abrazo de ruiseñor
y un beso de mariposa
para enarbolar una sonrisa
en el arcoíris de esta mañana…

María del Carmen

Socorro Melo disse...

Oi, Tere!

Que o vento do amor, da energia boa da vida, seja o nosso mensageiro de esperanças, e de fortaleza.

Grande abraço, amiga
Socorro Melo

ANGEL disse...

Muito lindo e delicado o seu poema! Delicado, poético e com o perfume de suas mãos trazidas pelo vento...


Beijos e saudades!