segunda-feira, novembro 07, 2011

Chegadas e Partidas.


Tenho andado distante de mim
Procuro encontrar o eu que perdi
Nas filas da vida fiquei esperando
O eu que perdi está me faltando.

Tenho sentido saudade de mim
Que fui constante hoje me perdi
Mudanças sentidas maltrata a gente
Já fui tão feliz agora ausente.

Tenho pensado que já não sou eu
Estranha perdida como quem sofreu
Tento afugentar magoas passadas
Chegadas partidas Lembranças mais nada.

Vou caminhando igual um yoyô
Tentando esquecer que o tempo passou
E sobrevivi aos ventos inquietos
Que as vezes me levam a rumos incertos.

Que venham bons tempos trazer alegrias
Pra mim e você é o que mais queria
Levando a saudade que fere o espirito
Pode ser lúdico mas eu acredito.

Terê Cordeiro.







5 comentários:

Diamantino disse...

Voltou logo, suponho que melhorou,fico feliz por saber.
Que venham bons tempos.
Bjo.

Vivian disse...

Olá,Terê!!

Que linda poesia querida!!!Tenho andado perdida de mim também...mas estou achando o caminho!!!te desejo o melhor!!
Tudo de bom!!
Beijos!

Marcia disse...

Tere eu amei esse post!!Um bjo amiga!

M@ria disse...

Minha vida é poesia viva...
Minha Vida é Poema
Verso e prosa.

Lúcio Tércio M. Alencar

Beijo-te a alma e o coração! M@ria

Raquel Lautenschlager Santana disse...

Que poesia MARAVILHOSA!!!

Ótimo fim de semana.