sexta-feira, setembro 02, 2011

Te amo mas adeus.


Hoje tudo que preciso é um abraço seu
mesmo que seja de um adeus
olhando nos olhos e dizendo
 te amo mas vou embora
logo saindo pela porta a fora.

Podendo ser um adeus
ou mesmo um até logo
para quem ama não há monologo
eu te amo e não minto
hoje é assim que me sinto.

O abandono me tira o sono
Lembrando que um dia tive dono
Mas  por isso não me mato
fiz de mim o seu retrato.

Retrato que não traz saudades
um alivio meu peito invade
sabendo que não és feliz
ninguém te fará como eu te fiz.

Vai com tua vaidade
fostes covarde cheio de maldade
fizestes sofrer quem não merecia
um dia tomarás o cálice amargo da dor.

Terê Cordeiro
02/09/2011.

4 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Sempre chega a hora do adeus.Beijos

Evanir disse...

Viva a vida com muito amor.
Mate saudades,enquanto é tempo.
Peça perdão ,mesmo que seja você o ofendido.
Recupere o tempo perdido ,procurando ser feliz nas coisas de Deus.
Faça um carinho,alegrando alguém que esta triste.
A todo instante,fale uma palavra especial para
quem necessita ouvir.
Com seu amor podera fazer mudanças em muitas vidas.
Creia você pode não mudar tudo nesse Mundo.
Mais poderá fezer no coração de muitos.
A morada de Deus.
Um Domingo na paz e na luz de Jesus.
Bjs no coração.
Evanir

Silenciosamente ouvindo... disse...

Às vezes há adeus sem um abraço,
então realmente "mais valia com
um abraço".Gostei.Beijinho/Irene

Sonia Guzzi disse...

O corpo pede, o coração argumenta e a razão dispensa...
Boa semana.
Gde abraço, em divina amizade.
Sonia Guzzi