terça-feira, agosto 16, 2011

Escolhas.

Vivem a me perguntar
por que falas de solidão
eu respondo sem pensar
por ser a  minha paixão.

Vivo sozinha meus dias
eu e minha companheira
ela me basta porque
fui sozinha a vida inteira.

Mesmo em meio a multidão
me acompanha a solidão
como um talismã
me tira da contra mão.

Nas noites sempre é bem-vinda
de dia é mui querida
no banho me acaricia
como uma amante bandida.

Como vê somos amigas
somos amantes constante
nem penso em divorciar
pois nos amamos bastante.

Tentei outras companhias
ela tentou também
porém foi tudo inútil
fizemos o que nos convém.

Vai um conselho a você
que não sabe viver só
é muito melhor  sozinho
que ter maldade ao redor.

Escolhi andar com Deus
guiando o meu caminho
jamais serei confundida
com alguém que anda sozinho.

Terê Cordeiro
15/08/2011.

6 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Muito lindo seu poema, a solidão é um estado de espírito.Beijos

ANGEL disse...

Terê! Que lindo poema, mas ao mesmo tempo, um pouco triste. A solidão tem diversas formas de visão, mas a melhor é se deixar levar pela companhia de Deus! Tudo de bom, sempre!


Bjosssssssss

Borboleteando disse...

Belo, porém triste...
Ninguém está totalmente só todos temos momentos de solidão, reflexão e tristeza, mas sempre temos uma Força maior a nos fazer companhia, nos protegendo..
Bjs querida saiba que nunca estará só..
Keila M.

M@ria disse...

Estou colhendo cada gota de esperança pra transbordar em versos de felicidade.

(Sirlei L. Passolongo)

Beijos e o meu carinho....M@ria

Psicóloga disse...

linda a poesia...

me identifiquei com ela!

http://olhardepsicologa.blogspot.com

Danielle Martins disse...

Feliz quem consegue conviver com o silêncio de si mesma... como sempre, bela poesia!
Bjs!