segunda-feira, agosto 22, 2011

Ah se !

Queria saber falar
de uma poesia bonita
que veio nos alegrar
como quem vem e não fica
olhando para o universo
enxergamos logo o céu
ah se soubesse falar
dos poemas de cordel.

Para quem sabe escrever
falar de tantas belezas
da vida Simples do campo
de coisas da natureza
pessoas matutas lindas
e no rosto não tem véu
quanto prazer em falar
dos poemas de cordel.

Também já vivenciei
leitura de folhetim
em roda de gente Simples
isso eu falo por mim
éramos todos ouvidos
como teto tinha o céu
é muito bom declamar
um poema de cordel.

Lá no meu sertão querido
muitos em volta a fogueira
comendo batata doce
porque não tinha paella
brincando muito feliz
com tranças de rabuzel
a felicidade existia
ouvindo um belo cordel.

Hoje na cidade grande
só tem muros e correntes
o medo é dominante
atingindo toda gente
porém não posso esquecer
que tem anjo Gabriel
ele guarda o poeta
autor dos poemas de cordel.

Terê Cordeiro
22/08/2011.

5 comentários:

Marian disse...

¡Muy hermoso poema!
Gracias Tere por visitar mi blog.
El tuyo es bien bonito.
Encantada de conocerte.
Dios te bendiga!!!.

Danielle Martins disse...

Muitas verdades em sua poesia!
Bjs!

LUCIENE RROQUES disse...

Tere agradeço as sempre bem vindas palavras, e concordo plenamente com elas. Agora não posso deixar de dizer, ficou excelente este texto teu PARABÉNS!
Um abraço!

Hilda disse...

Ola querida!navegando pelo bloguxo da Ingrid cheguei aqté aqui,mt bonito seu blog uma musica excelente!poesia linda...Bom,quero tbm recebe-la no meu simples cantinho ok?com carinho vai meu abraço...tbm pode me seguir como algums miguxos será um prazer.bjinhus Hilda


link:
http://foreverhilda.blogspot.com

Amor feito Poesia disse...

Tua presença é constante
a saudade permanente;
vejo-te nas estrelas
sinto a tua luz...

Marisa de Medeiros

Amor & Paz prá voce! M@ria