sábado, maio 28, 2011

Pois Então!!!


Estou demasiadamente confusa
não sei se sou do tempo do romantismo
ou tempos dos sonhos vencidos.

Nem sei se ainda se sonha
ou se vive uma eterna utopia
sonhos são rasgados em vida
como se a alma fosse frígida.

Desilusões nas esquinas encontramos
sonhos desfeitos em agonias
o amor desaparece nas nuvens
igualzinho andorinhas.

Viver não é mais que sofrer
buscamos forças em qualquer coisa
não encontramos pois qualquer é nada
assim seguimos por qualquer estrada.

Então tento o recomeço
porque viver não tem preço
vivenciar coisas é preciso
por isso vivencio pois eu vivo.


Confusões de pensamentos
juntando os fragmentos
de vida ainda viva
amando a vida mais um momento.

Terê cordeiro.
28/05/2011.

5 comentários:

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog Silencio dos meus sonhos. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs

Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

TITA disse...

Mais um belo poema,em que nos questiona sobre o dom de viver.Adorei.Um beijinho

Machado de Carlos disse...

Cada tempo marca uma fase. Houve o tempo do romantismo. Sem levar em conta as utopias da vida, carregada de nuvens, penso que o amor deve existir em algum lugar.
Um Grande Abraço!

Ricardo Calmon disse...

CONTUNDENTEMENTE PROSTADO, TE LEIO E TE ABSORVO, MESMO EM DIAS FORTES E ABISSAIS A AMIZADE É AMOR FORMA,CONTUNDENTE AUSSI,EM INSTANCIA SERIOR,A AMIZADE!

AILOVIU PESSOA MININA

RICK,VELHO VELHO,MAS....MININU

Danielle Martins disse...

As vezes é tão difícil sonhar nesse mindo que a vida teima em mostrar-se tão real...
Bom domingo!