sexta-feira, abril 29, 2011

O grande dia.


Em uma manhã de outono
a brisa foi convidar
a todos para uma festa
que o rei mandou chamar.

Era uma manhã cinzenta
mais ninguém se importou
de toda aquela espera
pois o prazer recompensou.

Dois jovens apaixonados
que não foram prometidos
se amaram espontâneamente
sem haver intrometido.

Foi lindo aquele romance
um príncipe e a plebeia
como a abelha e a flor
vivendo a mesma colmeia.

Torço para ser feliz
pois o mundo está em fúria
enquanto existir amor
envergonhamos a injúria.

Na mesma manhã de outono
disseram então o sim
seguiram então suas vidas
felizes até o fim.

Diante de tantas Guerras.
brindemos então o amor
mesmo com os furacões
enfeitaram as ruas de flores.

Terê cordeiro
29/04/2011.

5 comentários:

Janaina Cruz disse...

Ah, Têre é verdade, o mundo anda tão desamoroso que um conto de fadas faz muito bem as nossos corações não é?

O amor tem que ser o mais importante em nossas vidas, foi esse o conselho que Jesus nos deixou.

Abraços, fica com Deus

Naty e Carlos disse...

Jamais desconsidere a maravilha das suas lágrimas. Elas podem ser águas curativas e uma fonte de alegria. Algumas vezes são as melhores palavras que o coração pode falar.
(Carlos Ruiz Zafón )
Bjs com carinho

Entrevidas disse...

Amor sem obrigação! Amor verdadeiro. assim deve ser, amar, e amar simplesmente. Beijos

Amapola disse...

Boa noite, querida amiga Terê.

Que lindo!! Eu também torço para que sejam felizes para sempre.

Foi lindo demais, a cerimonia.

Um grande abraço.
Tenha um belo fim de semana.

Siby disse...

Vim conhecer o seu blog, e estou encantada com tanta beleza! E esta bela poesia sempre lembrará de momentos lindos, que ficarão na história. Grande abraço!