domingo, dezembro 05, 2010

OBRIGADO AMIGO !



Mãos calejadas
Ferros malhados

Forjas aquecidas

Ferros moldados

Mãos maltratadas.


Mãos calejadas

Pensamentos aguçados

Bocas fechadas

Grades serradas

Gritos de liberdade.


Meus pensamentos

Asas livres

Corpos dormentes

Todos entorpecidos

Livres enriquecidos.


Pássaro fechado

Gaiola dourada

Morte pela certa

Porta aberta

Pensamento alerta.


Liberdade de pensamento

Cabeça bem levantada

Seguir ao sabor do vento

Nunca fugir em debandada

Nem ficar na manada.

 

Inédito só para ti.

João de Sousa," Portugal."

 

Domingo, Dezembro 05, 201
      Querido amigo João,
obrigado pelo poema amei, vc foi muito gentil.



terê cordeiro.05/12/2010

7 comentários:

Marilu disse...

Querida amiga, linda homenagem. Tenha uma excelente semana. Beijocas

M@ria disse...

Meu especial agradecimento
a cada um de vocês pelo carinho e amizade. Feliz semana e beijos meus! M@ria

ValeriaC disse...

Que versos mais profundos recebeste minha querida... lindos
Tenha uma maravilhosa semana...beijos
Valéria

Espaço do João disse...

Nada tens a agradecer.
Eu é que fico grato a colocação neste belo espaço em letras garrafais.
Tenho alguns rabiscos arquivados, pode ser que um dia resolva publicá-los em meu espaço.

Um abraço de amizade.
João

Amor feito Poesia disse...

Obrigada Tere.......Meu carinho sempre.
Boa Noite....amo sua amizade...M@ria

Machado de Carlos disse...

Olá Terê,
Como vai? - Suas palavras me emocionam! Sou simplesmente alguém que tenta transpor sentimentos através de palavras. Nada Mais!
Você também escreve maravilhosos poemas. Poemas que encantam!

Um Grande Abraço!

Diva_Kakau disse...

Tere minha linda,
sentir as profundezas
de tão lindas palavras e
ainda ouvindo Vivaldi,
maravilhoso...
Não tem preço!!!

bjus!!