quinta-feira, outubro 07, 2010

flores secas !

Só queria uma flor, e me destes o silêncio!
esperei tanto tempo, que as flores murcharam
no escuro do quarto, ainda te amo
ao despertar, esqueço e te chamo.

Só queria um beijo, nem que fosse roubado!
de um amor de metade, que já tinha acabado
ingénua menina, se entregou por inteiro
sem saber nem amar, veio a ilusão sorrateira.

Só as flores secas, resistiu tanta dor!
más as cicatrizes muito tempo ficou
E a pobre menina suportou a tortura
de quem pela vida só um amor procura.

                                 autora.terê.07/10/2010. 

9 comentários:

Cida disse...

Oi amiga, que bom que o seu PC "sarou", e você não vai parar de nos brindar com esses poemas tão inspirados!...:)

Beijinhos, e tenha um ótimo restante de semana.

Cid@

armalu disse...

Vim conhecer seu cantinho estou adorar, vou vir mais vezes.
Lindo este seu texto.

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada pela sua companhia Tere, será um prazer te ver Pelos Caminhos da Vida.

beijooo.

Gersonita Paula disse...

Terê!!!Doce, terna poeta Terê! Saudades... Parabéns por este tão belo poema! Por tanta sensibilidade. Fico imaginando a criatura doce que deves ser... Fico imaginando... Obrigada por sua vida, por seu Blog, por seu carinho, por sua amizade!

Beijos!

Sil-vania disse...

Terê minha amiga amada, eu estava off este tempo, desculpa não tê-la ajudado.Mas estou feliz por teu pc já estar sarado e teu blog lindo de viver.Parabéns!!! Amei o poema, sou tua fã e sabes disto.
Estou te devendo um e-mail, mas quero te escrever com calma e carinho que você merece.
beijos ternos da Sil

ValeriaC disse...

Tere minha querida, que beleza de versos...retrato de uma dor de amor...beijinhos...
Valéria

Machado de Carlos disse...

Olá Minha Amiga!

O Amor é assim mesmo, nunca termina.
Obrigado por visitar o meu lar. Sinta-se em Casa, tá bom?

Beijos de Coração para Coração!

Dani Hills disse...

Ai Tere, que palavras mais sensíveis... adorei!!!

Ah, seu blog tá dahora! Gostei do tema de rosa.

PROSAS DO CADERNO disse...

Olá!
"Só queria um flor, e me destes o silêncio!
esperei tanto tempo, que as flores murcharam"
Muito bom! Interpreto nas frases um livro, uma vida!