quinta-feira, setembro 23, 2010

a criança e o futuro!


A natureza está revoltada!
por todas as nossas culpas
e nós por ignorância
nunca pedimos desculpas.

Um tempo não chove nada!
todos sofremos com isso
penso em nossas crianças
cadê? nosso compromisso.

Nós adultos já vivemos!
aproveitamos de tudo
e as crianças coitadas
qual será o seu futuro.

A ONU está reunida!
lá na América do norte
com homens lorde e ricos
qual será a nossa sorte.

Se não tomarmos cuidados!
não salvamos a natureza
e o sofrimento virá
para todos com certeza.

carinhosamente tere.
22/09/2010.


5 comentários:

Cida disse...

A coisa tá séria mesmo, amiga.
Mas se Deus quiser, ainda está em tempo de salvar o nosso planeta.

O que eu mais desejo, é um futuro radiante para a minha neta, e para todas as crianças da terra.

Que Deus nos ajude!!!

Jinhos da Cid@

ValeriaC disse...

Tere querida, seu poema é um grito de alerta da nossa mãe Terra...é preciso que os seres humanos se conscientizem que em muito têm que mudar, para não causar danos que tornem-se irreversíveis ao Planeta...
Beijos...
Valéria

RECANTO DA POESIA disse...

Deveríamos ser como borboletas,
e ter a coragem de enfrentar
a metamorfose da vida,
para sermos livres.

Patty Vicensotti

Sonhos de Primavera...Beijos meus!!

RECANTO DA POESIA disse...

Deveríamos ser como borboletas,
e ter a coragem de enfrentar
a metamorfose da vida,
para sermos livres.

Patty Vicensotti

Sonhos de Primavera...Beijos meus!!

so sad disse...

ela já chegou! a natureza grita e ninguem está ouvindo.
beijo!