terça-feira, julho 27, 2010

INSTANTES !




As vezes é um instante
O tempo é um presente
A vida parece ilusão
Como algo pertinente..

O eu deveria ser sagrado
Não desviado ao acaso
Mas o"ser"é pertencente
Ao que já foi consagrado.

Eu deveria dizer que sou meu
Se acaso me pertencesse
Como não sou meu sou do mundo
Asseguro-te que o mundo me pertenceu.

Como as borboletas buscam a flor
Eu peço amor para o mundo
Quero liberdade,quero paz
Com o coração aberto te asseguro.

Carinhosamente tere.27/07/2010.

4 comentários:

Amor feito Poesia disse...

... É um sonho esta vida, mas um sonho febril de um instante único. Quando dele se acorda, vê-se que tudo é só vaidade e névoa...

Gustavo Adolfo Becker.

Amo sua amizade.....Beijos & Flores! M@ria

REGGINA MOON disse...

Tere,

Belíssimo verso!!

Como as borboletas buscam a flor
Eu peço amor para o mundo
Quero liberdade,quero paz
Com o coração aberto te asseguro.

Beijos e tenha uma ótima tarde...

Reggina Moonnedri

AFRICA EM POESIA disse...

TERE
O instante é mesmo...instante...




POESIA

Horas longas,horas a fio.
Escrevendo à luz do candeeiro mortiço
Mas escrevendo sempre,para poder guardar...
Tudo que surge no momento...

Como um filme...
Tudo tem que ser escrito...
Tudo tem que ser partilhado...

E então à luz do candeeiro
Com a mão já cansada...
De tanto escrever...

Eu continuo a esquecer-me...
Do tempo e da hora
Que estou aqui...
Mas sinto que continuo a escrever...Poesia!...

LILI LARANJO

Machado de Carlos disse...

Adolescentes são sempre problemas na escola e também no quotidiano.
Obrigado pelo seu comentário.
Um Abraço!